Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

100 ideias para reaproveitar seu pallet

Um tablado de madeira. Essa é a definição mais simplista para explicar o que é um pallet (também conhecido como palete, pallete, palet ou qualquer outra derivação do tipo). Usado em qualquer tipo de fábrica ou loja que lida com grandes estoques, o pallet nada mais é do que um enorme tablado de madeira usado para facilitar o transporte de grandes quantidades de produtos – ou produtos muitos grandes – de uma só vez. Mas, como qualquer outro produto, os pallets possuem também seu próprio tempo de vida útil – afinal, não dá pra ficar suportando algumas toneladas a vida toda. Mas isso não quer dizer que esses “tablados” precisam ser jogados no lixo: é possível reaproveitá-los para uma série de usos domésticos, como mesas, bancos e até camas.

Porque pallets?

Uma das coisas que muitas vezes deixamos passar batido é que os pallets quase sempre são feitos de madeira – uma matéria-prima facilmente reutilizável. Normalmente feitos de pinus ou eucalipto (por serem madeiras mais baratas), os pallets são feitos para sustentar até 1200 kg de carga sobre eles. Ou seja, são resistentes e versáteis o suficiente para serem usados nas mais diversas aplicações.

Legal, mas onde eu arranjo um pallet?

Teoricamente, para conseguir um pallet você teria que comprá-lo. Claro, existem empresas cujo ramo principal é a fabricação de pallets – empresas com empregados, contas de luz, água, etc – então é claro que elas não sairiam distribuindo pallets por aí. Mas calma! Você não precisa ir direto na empresa que fabrica pallets. Como já citei ali no começo do texto, qualquer tipo de fábrica ou loja que lida com grandes estoques (como um supermercado, por exemplo) possui uma grande quantidade de pallets que não são usados e que podem ser vendidos por um preço muito abaixo do mercado, de desapego mesmo, caso você as procure. Ou às vezes não é nem necessário entrar em contato com qualquer responsável por esses lugares: muitas vezes os pallets que não tem mais serventia são jogados no lixo mesmo. Então, é só dar uma procurada em lixeiras e caçambas em regiões próximas a lojas de material para construção, supermercados e grandes armazéns que provavelmente você achará algum pallet dando sopa por lá.

Preciso de alguma ferramenta específica para desmontar um pallet?

Sim. Há uma ferramenta bem específica que irá te ajudar a desmontar qualquer pallet que encontrar: o martelo. Sim, isso é tudo que você irá precisar para desmontar um pallet. Simples não? Antes de tudo, então, vamos dar uma olhada no que é um pallet:

pallet2

Como você pode ver, um pallet nada mais é do que um grande tablado feito de várias ripas de madeiras pregadas umas às outras. Então, tudo o que você precisa fazer para desmontá-lo é usar as orelhas do martelo (aquela parte que fica atrás da cabeça e que parecem um par de garras) para puxar as tábuas (com cuidado para não quebrá-las) e soltar os parafusos que as prendem. Caso necessário, você também pode usar a cabeça do martelo para bater na madeira e ajudar as ripas a se soltar – sempre com cuidado para não danificar o pallet que irá reutilizar.

Como trabalhar com a madeira?

Para reutilizar seu pallet, é importante ficar atento aos três passos principais do processo: o corte, a pintura e o tratamento da madeira.

Cortar o pallet não é uma obrigação – como pode ser visto nas fotos desse post, muitos dos produtos aqui mostrados utilizam o pallet praticamente inteiro. Mas, caso precise cortar alguma parte dele para a renovação, o ideal é utilizar serras finas no caso de usar uma serra manual.  Agora, caso queira utilizar uma serra circular, é dica é utilizar discos com a maior quantidade de dentes intercalados possível, pois só assim será possível garantir um corte uniforme (sem falhas) na madeira.

Depois de cortada, é importante dar o tratamento adequado para a madeira. Apesar das madeiras utilizadas em pallets serem até resistentes, elas possuem alguns problemas, como atrair a atenção de cupins e não resistir muito bem à um ambiente externo. Mas todos esses problemas podem ser resolvidos com tratamentos bem simples: primeiro, é recomendável que se aplique um verniz restaurador – principalmente se o pallet escolhido estiver bem usado, com a madeira meio velha. Sua função é basicamente restaurar a madeira, dando-o resistência e brilho de nova. Após o verniz, é importante também passar um stain impregnante, principalmente se a ideia for utilizar o pallet em áreas externas. O stain não apenas protege a madeira da chuva e sol como também de insetos (como cupins) e fungos, evitando assim que seu móvel de madeira acabe estragando.

Já na pintura não tem segredo: o melhor tipo de tinta para se usar em madeira é o chamado esmalte sintético, que pode ser encontrado em várias cores e de praticamente qualquer marca. Tanto o verniz quanto a tinta você consegue encontrar em qualquer loja de tintas de sua preferência, pois são itens bem comuns.

Independente do que você for fazer, a Piatã possui a ferramenta certa para que você possa trabalhar a madeira com conforto, agilidade e segurança. Qualquer dúvida não esqueça de nos consultar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.