Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

5 dicas para o uso seguro de ferramentas manuais

Ao longo do tempo, a tecnologia auxiliou no desenvolvimento das ferramentas, tanto elétricas quanto manuais, proporcionando melhor desempenho no uso da ferramenta e mais segurança aos profissionais que as utilizam.

Mesmo podendo contar com o aprimoramento constante das ferramentas manuais, é fundamental que o profissional ou hobbista, mantenha-se atualizado para ter sempre consciências sobre as melhores formas de uso de suas ferramentas.

Confira abaixo algumas dicas simples, porém fundamentais, de como se manter seguro até mesmo na realização de pequenos reparos caseiros.

Mesmo para executar um pequeno reparo, sempre faça o uso de luvas, capacetes e óculos de segurança.

E lembre-se: verifique quais os EPIs adicionais serão necessários para cada tipo de trabalho a ser executado.

Ao utilizar ferramentas cortantes, certifique-se de que elas estão adequadamente afiadas, para garantir que o equipamento tenha o melhor desempenho possível e também para evitar que você perca o controle da ferramenta, causando um acidente grave.

É importante sempre selecionar a chave certa para cada tipo de parafuso e porca, para que assim o trabalho realizado seja prático, seguro e eficaz.
Nunca utilize um cano ou uma barra de extensão para aumentar a força de torção, isso pode te colocar em risco.
Quando for necessário cortar algum material, utilize sempre os alicates perpendicularmente ao eixo do objeto a ser cortado. Não use o alicate como martelo ou chave de aperto, isso atrapalha na conservação da sua ferramenta e reduz a vida útil do alicate.

Em caso de reparos na rede elétrica é indispensável, além dos EPIs, fazer o uso de ferramentas isoladas.
Essas ferramentas são indicadas para trabalhos em redes elétricas de até 1000 Volts em corrente alternada, ou 1500 Volts em corrente contínua. Antes de iniciar o trabalho, é importante conferir se a ferramenta não apresenta trinca nem furos no isolamento, para que sua segurança não fique em risco.


Verifique sempre o estado de conservação de seus martelos, machadinhos e marretas. Caso identifique desgaste excessivo, lascas, trincos ou danos que possam atrapalhar a realização do trabalho, fique alerta, pois esses são sinais de eu essa ferramenta deve ser inutilizada.

Os EPIs e as ferramentas mencionadas nesse TOP 5 DICAS, você pode encontrar em nossa loja física ou em nossa loja on-line: www.piatatem.com.br

E lembre-se sempre, não vale a pena colocar sua vida em risco ou causar um grande problema, uma vez que essa situação pode ser evitada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.